Será que os dinossauros estão extintos?

Esta semana voltamos às analogias, mas desta vez trocamos os chocolates e os jornalistas pelos dinossauros. É certo que se defende que eles estão extintos mas, para mim, enquanto futura profissional de Relações Públicas, posso garantir com toda a certeza que eles existem e estão bem vivos. Acompanhem-me e vão perceber porquê.

Como já disse, o desafio desta semana volta a fazer referência a uma analogia, desta vez com os dinossauros. Mas de que forma é que eles se tornam então numa figura de estilo? É simples. Basta pensarmos nos dinossauros como sendo as funções das Relações Públicas que são mais antigas e que, mesmo sendo antigas, continuam a existir e a fazer todo o sentido para o universo da comunicação.

Podemos começar por referir que o Tiranossauros Rex (mais conhecidos como T-Rex) representa uma analogia com uma das funções principais e mais antigas das Relações Públicas: a assessoria de imprensa. Esta espécie tem milhões de anos, quase como a assessoria de imprensa, que existe desde sempre. É mais que óbvio que esta função é quase pré-histórica mas continua a ser fundamental, tal como já tinha referido no post da semana passada. Se a assessoria de imprensa estivesse extinta, grande parte das Relações Públicas também o estariam. Que seria de nós se deixássemos de ter contacto privilegiado com jornalistas? Os nossos dias passariam a ser uma correria sem fim.

Assessoria de Imprensa.png

Dentro da espécie T-Rex – ou assessoria de imprensa – podemos destacar ainda as crias do T-Rex que continuam a existir e não foram extintas. Falamos, como é óbvio, dos comunicados de imprensa e dos press kit. Os comunicados de imprensa são mais antigos que as nossas próprias avós mas, nem por isso, deixam de fazer todo o sentido e são uma realidade diária. Aliás, cada vez mais eles são valorizados e têm importância para as Relações Públicas, sendo que a internet veio facilitar a divulgação dos comunicados, dando-lhes uma maior importância. Um simples email ou mensagem no WhatsApp e estamos safos. Quanto aos press kits, com o surgimento da influência de bloggers na internet, tornaram-se cada vez mais uma ferramenta vital para qualquer Relações Públicas. São o meio mais rápido de divulgação. Por isso mesmo, nem o T-Rex nem as suas crias estão extintos, pelo contrário, têm cada vez mais tendência a aumentarem e propagarem-se ao longo dos tempos.

O próximo dinossauro de que vos vou falar é especial, pois este tem asas, tal como o planeamento nas Relações Públicas. Falamos do Pterossauros. Esta espécie voa e tem umas asas que pesam cerca de 20 kg. Fazendo a analogia ao planeamento, este, de facto, não nasceu com asas, mas elas surgiram a partir do momento que começaram a surgir os social media e a internet. Esta função das Relações Públicas é uma das bases de toda esta profissão, sendo também ela quase que pré-histórica. No entanto, ela sempre existiu e teve importância. Podia pensar-se que o planeamento se tornaria numa função secundária e acabaria por se extinguir, mas a verdade é que aconteceu exatamente o oposto.

Planeamento.png

Graças aos social media, esta função teve que ganhar asas e começar a voar bem alto, para conseguir responder a tudo o que acontece neste mundo. Este voo não é fácil, daí as asas serem tão pesadas. O universo digital é muito exigente e requer respostas imediatas e que vão de encontro às necessidades de todos os públicos. Aqui surge a importância cada vez mais crescente do planeamento. É impossível adivinhar como e quando surgirá uma crise, mas com um planeamento e uma gestão de crises bem organizados, tudo se poderá tornar mais fácil, simples e imediato.

Os filhos dos Pterossauros são exatamente os social media, pois eles fizeram surgir uma nova função às Relações Públicas – a ORM (Online Reputation Management). Esta função é cada vez mais fundamental para as empresas, pois permite gerir a sua reputação. E esta função, como é óbvio, vive do planeamento e da gestão de crises. Com o digital a aumentar a sua importância, a ORM e o planeamento estão, sem sombra de dúvida, muito longe de se extinguirem.

Para terminar vamos falar do estegossauro. Esta espécie de dinossauro é caracterizada pelos altos que tem nas suas costas. Podemos transformar estes altos nas várias etapas que caracterizam e ajudam a organizar um evento. Muito bem, então o nosso último dinossauro são os eventos. É verdade que esta função é muito antiga mas sempre pertenceu às Relações Públicas e sempre teve importância para elas. Contudo, o facto de ser uma função antiga, nunca lhe retirou importância, bem pelo contrário.

Planeamento (1).png

Os eventos sempre tiveram o seu papel no mundo das Relações Públicas mas, com o surgimento da influência digital e da influência que bloggers, por exemplo, têm para os públicos, eles cresceram ainda mais. Quantas vezes nos deparamos com a Pipoca Mais Doce ou a Vanessa Martins em eventos em sítios super giros e a promoverem novos produtos que trouxeram desse evento? É quase o pão nosso de cada dia. Tal como o estegossauro, os eventos têm vários tópicos de organização. Desde a escolha do local, à data, passando pela lista de convidados e pelo serviço de catering e animação, todas as etapas de organização de um evento são fundamentais, tal como todos os altos das costas deste dinossauro, porque é a totalidade que faz esta espécie, tal como são as diversas etapas que constituem o evento.

dinossauros-painel-200x100-lona-festa-banner-aniversario-D_NQ_NP_716301-MLB20304951841_052015-F

A assessoria de imprensa, o planeamento e os eventos são, sem dúvida, três dos grandes dinossauros das Relações Públicas, mas isso não significa que estejam extintos ou em vias de extinção, pelo contrário, porque todos eles estão bem vivos e presentes na realidade comunicacional das empresas e agências. Estas funções têm vindo a crescer nas últimas décadas e tudo isto graças – principalmente – ao surgimento do digital e da influência que este meio tem para as RP’s. Por tudo isto, posso afirmar com bastante certeza que os dinossauros não estão extintos e devemos ter cuidado com eles.


Catarina Freire

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: